• Uma Oração Poderosa para os Bombeiros

    “Ainda que eu ande pelo vale mais escuro, não temerei nenhum mal, porque tu estás comigo; a tua vara e o teu cajado, eles me consolam”. Salmo 23:4

    Davi, o autor deste salmo, conhecia o poder da oração e a evidência inconfundível da mão de Deus do poder protetor em situações terríveis. Os bombeiros aceitam a perseguição diária de entrar em incêndios. São heróis entre nós que enfrentam a sombra da morte e o grande perigo, voluntariamente.

    Que esperança concedem as ferramentas do pastor no Salmo 23:4? “A vara era um clube usado no cinturão, um instrumento de autoridade, e também para contar, guiar, resgatar e proteger ovelhas” (Bíblia de Estudo NVI/Bíblia de Estudo NVI/ Bíblia de Estudo de Antecedentes Culturais). Deus é soberano sobre tudo. Ele está no controle e sabe onde estamos e o que enfrentamos. A sua mão protectora nunca renuncia. Nosso Pai fiel e amoroso nos encoraja a apoiar-nos nele e nele quando nossas forças nos falham. O seu poder e o seu amor encorajam-nos a conquistar tarefas impossíveis. “O bastão era um implemento ambulante que dobrava como arma em um tempo de necessidade e guiava e controlava as ovelhas; era um instrumento de apoio” (Bíblia de Estudo NVI/Bíblia de Estudo de Antecedentes Culturais/NIV). Este é o poder protetor da Palavra de Deus que oramos sobre os bombeiros, hoje.

    Uma Oração para nossos bravos bombeiros

    Pai,
    Louvado sejas, Pai amoroso e misericordioso, pelo poder da oração. O sacrifício de Cristo na cruz permitiu que as comportas da oração se abrissem reciprocamente. Louvai a Jesus por ter descido à terra para nos conceder uma audiência convosco. Através da oração, podemos tomar o que de outra forma nos empresta desamparados e levantar um hino de desgosto e sofrimento em suas mãos. Os bombeiros enfrentam o impossível todos os dias. Nós não podemos ir antes deles, como eles caminham para o fogo, mas podemos pedir-Te que libertes um cobertor de proteção sobre eles, enquanto eles enfrentam o que a maioria só vê nas notícias. Através da oração e do louvor, encontramos uma paz que ultrapassa toda a compreensão. “Quando a ansiedade era grande dentro de mim, a tua consolação trouxe-me alegria.” Salmo 94:19

    Pai, agradecemos-Te por aqueles que responderam ao chamado para serem bombeiros. O que os aterroriza mais os encoraja a servir os seus semelhantes. Hoje, estamos gratos pela sua coragem e coragem. Somos gratos pelo trabalho árduo que dedicam à segurança dos outros e pelos sacrifícios que eles e suas famílias fazem quando lutam pela nossa segurança. Que a verdade de Habacuque 3:19 encoraje os corações dos bombeiros em toda parte, hoje e sempre: “Deus, o Senhor, é a minha força; ele faz os meus pés como os dos cervos, faz-me pisar nos meus lugares altos.”

    Perdoai-nos por tomarmos como garantidas as sirenes que nos rodeiam, pelos carros de bombeiros que encostamos e depois voltarmos à nossa rotina diária logo após a sua passagem. Lembra-nos de os levantar em oração quando passarem. Eles, e todos aqueles que servem o nosso país no exterior e em casa, exigem uma força que vem do Senhor. “O Senhor é a minha força e o meu cântico, e tornou-se a minha salvação; este é o meu Deus, e eu o louvarei, o Deus de meu pai, e o exaltarei. Êxodo 15:2

    A bravura diante do medo requer uma coragem que a pessoa comum não pode reunir completamente por si mesma. Durante os momentos antes de chegarem à cena de um incêndio, levem este lembrete aos seus corações. Ajude os bombeiros a confiar em si quando têm medo. (Salmo 56:3) Dê-lhes coragem no meio do choque, da destruição e da morte. Confortai os seus corações enquanto testemunham o que não vemos. Guardem seus corações com Seu amor e compaixão, pois as imagens que marcam seus corações estão assombrando. Os bombeiros respondem ao chamado para “ser forte e corajoso, e fazer o trabalho”. Abençoa-os para que sejam lembrados de que eles não precisam “temer ou desanimar, pois o Senhor Deus, meu Deus, está contigo. Ele não te faltará nem te abandonará até que toda a obra para o serviço do templo do SENHOR esteja terminada”. 1 Crônicas 28:20 Permita-lhes sentir a Sua presença até que a última brasa esfrie.

    Pai, Tu nos asseguras que podemos ir ter contigo quando estivermos cansados com fardos pesados e que nos darás descanso. (Mateus 11:28) Cristo nunca nos deixa, mesmo quando estamos cercados por paisagens carbonizadas e sonhos perdidos. Às vezes, uma perda de vida aqui na Terra. Durante esses momentos cansativos, fortalece os nossos bombeiros e renova a sua esperança. Quando nos faltam as palavras para elevar as suas almas oprimidas e cansadas, lembrem-nas: “Ele dá poder aos fracos, e a quem não tem poder, aumenta a força.” Isaías 40:29

    Sabemos que podemos lançar a nossa ansiedade em Ti, e que Tu gostas de nós. (1 Pedro 5:6-7) Nossa carne falhará. …mas tu, Deus, nunca o farás. (Salmo 73:26) Quando a força falha em nossos bombeiros física, emocional e espiritualmente, ajude-os a serem fortes. Efésios 6:10 diz: “Sede fortes no Senhor e na força do seu poder.” Esta é a bênção que rezamos sobre os nossos bombeiros, hoje. Mantenha-os fisicamente seguros, e proteja seus corações e mentes enquanto se reportam ao trabalho. Que eles saibam sem sombra de dúvida que os amas imensamente. Ajude-nos a recordar estes corajosos homens e mulheres em nossas orações diárias, e as famílias e amigos que os sustentam e amam também. Como eles enfrentam a tarefa impossível de domar a natureza destrutiva do fogo, abençoá-los a saber que seus esforços nunca são em vão ou esquecidos.

    Em nome de Jesus,
    Amém.